Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

Era escuro, muito escuro. Fundo, muito fundo. A luz não chegava ali. Era redondo e pequeno. Paredes de adobe ou tijolo de burro. Sentia os pés molhados e o corpo dorido. Muito dorido.
Sempre achara estes poços antigos um perigo. E a maior parte, como este, nem corda já tinham



publicado por joao moreira de sá às 17:45 | link do post | comentar
|

Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.

Micro Cuts



CONTÉM CONTO MEU (já editado Comprar: AQUI
Ocultos Buracos

Promote Your Page Too

VAI CONTER CONTO MEU (pelo Natal, mas já podem clicar na imagem)



mais sobre mim
links
cuts recentes

Dias

Curva

Lama

Avião

Olhos

Cidade

Carro

Ponte

Vida

Vidas

arquivos
Twitter
Joao Moreira de Sa



subscrever feeds