Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

Apetecia-lhe um café e os rissóis de camarão estavam com bom aspecto mas ficou em silêncio em frente ao homem do outro lado do balcão. Virou costas e saiu calado como entrara.
Tinha-se esquecido do nome das coisas.



publicado por joao moreira de sá às 11:21 | link do post | comentar
|

4 comentários:
De rodbispo a 20 de Agosto de 2010 às 16:25
bolas, acontece-me é não encontrar as palavras e ponho-me a tentar explicar aquilo q quero dizer por portas e ...

sabes aqueles tipo, tabuleiros q se usam pra servir à mesa...

bolas não me vou lembrar...

:)
abraço!
gosto deste personagem mas olha q é capaz de ter batido com a cabeça!:)


De T a 14 de Setembro de 2010 às 09:25
...bastava apontar. Se calhar o desejo não era assim tanto.. ou perdeu outros sentidos.


De joao moreira de sá a 14 de Setembro de 2010 às 10:32
nem mais! não eram as coisas, era o não lembrar...


De T a 14 de Setembro de 2010 às 10:54
Perdeu o sentido das coisas.. portanto.


Comentar post

Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.

Micro Cuts



CONTÉM CONTO MEU (já editado Comprar: AQUI
Ocultos Buracos

Promote Your Page Too

VAI CONTER CONTO MEU (pelo Natal, mas já podem clicar na imagem)



mais sobre mim
links
cuts recentes

Dias

Curva

Lama

Avião

Olhos

Cidade

Carro

Ponte

Vida

Vidas

arquivos
Twitter
Joao Moreira de Sa



subscrever feeds