Quinta-feira, 09.05.19

Estava numa encruzilhada, entre a espada e a parede, e não sabia como descalçar aquela bota. Também não sabia porque o haveria de fazer.



publicado por joao moreira de sá às 20:26 | link do post | comentar

Quarta-feira, 08.05.19

Era um coiso assim um bocado coiso, cheio de coisas. Um dia, olha, coiso.



publicado por joao moreira de sá às 12:17 | link do post | comentar

Terça-feira, 07.05.19

Falhou a recepção ao trapézio. Logo hoje que estava a treinar sem rede. Já não recebo este mês, foi o que pensou na breve queda.



publicado por joao moreira de sá às 11:15 | link do post | comentar

Segunda-feira, 06.05.19

Por pouco não amachucava o pára choques. A sorte foi haver um peão entre ele e o carro da frente.



publicado por joao moreira de sá às 09:14 | link do post | comentar

Domingo, 05.05.19

Todos os dias tinha vontade de lhe tocar.
Todos os dias havia um motivo para não ser a altura, a vontade.
Um dia não sentiu vontade de lhe tocar.
Ela sentiu vontade de ter um motivo para ele ter vontade de lhe tocar.



publicado por joao moreira de sá às 10:59 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.01.19

Sentiu o coração bater forte no peito. Mais uma tentativa falhada.



publicado por joao moreira de sá às 20:01 | link do post | comentar

Sexta-feira, 04.01.19

Como de costume, fechou a porta, esperou que se abrisse uma janela e saiu. 



publicado por joao moreira de sá às 13:10 | link do post | comentar

Sexta-feira, 13.07.18

O que poderia ter sido se tivesse dito alguma coisa.



publicado por joao moreira de sá às 13:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.06.18

Quando acordava com aquela vontade de ser real o amor sem cara do sonho.



publicado por joao moreira de sá às 16:56 | link do post | comentar

Terça-feira, 12.06.18

Era uma ânsia interior permanente, que o fazia estar sempre um pouco à frente do momento.



publicado por joao moreira de sá às 13:12 | link do post | comentar

Quinta-feira, 10.05.18

Forrava as paredes com imagens de todos os locais onde já estivera, gostava delas vazias.



publicado por joao moreira de sá às 14:37 | link do post | comentar

Quarta-feira, 09.05.18

Um dia, sem querer, tropeçou nela e quebrou a monotonia.



publicado por joao moreira de sá às 14:52 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.05.18

Todos os dias lhe acontecia a mesma coisa desagradável. Acordava.



publicado por joao moreira de sá às 11:35 | link do post | comentar

Sexta-feira, 04.05.18

Começou a ver a vida andar para trás. Desviou-se para a deixar passar e seguiu caminho.



publicado por joao moreira de sá às 11:26 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.05.18

Tinha perdido todas as esperanças. Estava aflito. Não eram dele e tinha que as devolver.



publicado por joao moreira de sá às 19:33 | link do post | comentar

Fechava os olhos e via o rosto dela. Um dia não os abriu mais.



publicado por joao moreira de sá às 09:52 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.05.18

Olhou para baixo. As pessoas pareciam formigas. Saltou. O mergulho foi perfeito.



publicado por joao moreira de sá às 12:11 | link do post | comentar

Segunda-feira, 30.04.18

Sempre a mesma coisa todas as manhãs. Saía. Fechava a porta. E lá acontecia aquela chatice de se abrir uma janela.



publicado por joao moreira de sá às 18:01 | link do post | comentar

Trocou tudo por ela. Ela trocou-o por nada.



publicado por joao moreira de sá às 15:30 | link do post | comentar

Quarta-feira, 14.06.17

Adorava os dias de sol e calor. Nem saía de casa. 



publicado por joao moreira de sá às 15:10 | link do post | comentar

Terça-feira, 13.06.17

Esperou que a bicicleta virasse à direita. Não virou. Paciência. 



publicado por joao moreira de sá às 15:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 12.06.17

Sentia-se completamente na lama. Ia dar uma trabalheira limpar. 



publicado por joao moreira de sá às 15:10 | link do post | comentar

Domingo, 11.06.17

Tentou desesperadamente enviar uma mensagem antes que o avião atingisse o solo. Tarde demais. As pessoas já se começavam a levantar e a retirar as bagagens. 



publicado por joao moreira de sá às 15:08 | link do post | comentar

Sábado, 10.06.17

Não deixou sair as lágrimas. Inundou-se de tristeza para afogar as mágoas. 



publicado por joao moreira de sá às 15:07 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 09.06.17

Às vezes cheirava a mar na cidade. Às vezes cheirava a ela. 



publicado por joao moreira de sá às 15:07 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.06.17

Viu o carro aproximar-se. Ficou imóvel. Estava vermelho para os peões. 



publicado por joao moreira de sá às 15:06 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.06.17

Estava na berma da ponte. Queria saltar. Sem coragem. Decidiu. Saltou. Não confiava nisto do bunjee jumping. 



publicado por joao moreira de sá às 15:06 | link do post | comentar

Terça-feira, 06.06.17

Aconteceu tudo de uma forma muito rápida. É a vida. 



publicado por joao moreira de sá às 15:05 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.11.16

Viu a vida a passar-lhe diante dos olhos. Optou por não a cumprimentar.



publicado por joao moreira de sá às 15:25 | link do post | comentar

Ela submergia-o em ondas de paixão. Até que um dia o afogou. 

 


publicado por joao moreira de sá às 13:24 | link do post | comentar

Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.

Micro Cuts



CONTÉM CONTO MEU (já editado Comprar: AQUI
Ocultos Buracos

Promote Your Page Too

VAI CONTER CONTO MEU (pelo Natal, mas já podem clicar na imagem)



mais sobre mim
links
cuts recentes

Dilema

Gin

Azares

Sortes

Intimidade

Coração

Janela

#

#

#

arquivos
Twitter
Joao Moreira de Sa



subscrever feeds