Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

A sensação era tal qual a tinham descrito. Melhor até. De braços e pernas tão estendidos quanto permitia a força do vento sentia-se realmente a voar. A velocidade da queda parecia não existir, o chão parecia não se aproximar, como se planasse naquele silêncio absoluto. Pensou que gostaria de repetir a experiência.
Que pena não ter um pára-quedas.



publicado por joao moreira de sá às 16:31 | link do post | comentar

2 comentários:
De Nirma Regina Constantino a 3 de Junho de 2010 às 04:46
João,
Parabéns pelo seu trabalho.
Espero poder acompanhá-lo sempre!

Abraços,
Nirma Regina


De rodbispo a 29 de Junho de 2010 às 14:06
Maravilha!:)
rod


Comentar post

Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.

Micro Cuts



CONTÉM CONTO MEU (já editado Comprar: AQUI
Ocultos Buracos

Promote Your Page Too

VAI CONTER CONTO MEU (pelo Natal, mas já podem clicar na imagem)



mais sobre mim
links
cuts recentes

#

#

#

#

#

#

#

#

#

#

arquivos
Twitter
Joao Moreira de Sa



subscrever feeds