Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

Apetecia-lhe um café e os rissóis de camarão estavam com bom aspecto mas ficou em silêncio em frente ao homem do outro lado do balcão. Virou costas e saiu calado como entrara.
Tinha-se esquecido do nome das coisas.



publicado por joao moreira de sá às 11:21 | link do post | comentar

4 comentários:
De rodbispo a 20 de Agosto de 2010 às 16:25
bolas, acontece-me é não encontrar as palavras e ponho-me a tentar explicar aquilo q quero dizer por portas e ...

sabes aqueles tipo, tabuleiros q se usam pra servir à mesa...

bolas não me vou lembrar...

:)
abraço!
gosto deste personagem mas olha q é capaz de ter batido com a cabeça!:)


De T a 14 de Setembro de 2010 às 09:25
...bastava apontar. Se calhar o desejo não era assim tanto.. ou perdeu outros sentidos.


De joao moreira de sá a 14 de Setembro de 2010 às 10:32
nem mais! não eram as coisas, era o não lembrar...


De T a 14 de Setembro de 2010 às 10:54
Perdeu o sentido das coisas.. portanto.


Comentar post

Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.

Micro Cuts



CONTÉM CONTO MEU (já editado Comprar: AQUI
Ocultos Buracos

Promote Your Page Too

VAI CONTER CONTO MEU (pelo Natal, mas já podem clicar na imagem)



mais sobre mim
links
cuts recentes

#

#

#

#

#

#

#

#

#

#

arquivos
Twitter
Joao Moreira de Sa



subscrever feeds