Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2014

A alma acordou leve. Deixou-o a dormir e foi sentar-se num banco de nevoeiro a ver as brumas da memória.



publicado por joao moreira de sá às 12:31 | link do post | comentar

mais sobre mim
links
cuts recentes

#

#

#

#

#

#

#

#

#

#

arquivos
subscrever feeds